04/12/2014

Notícias Avaré urgente: Imagem principal

PLIMEC RECEBERÁ AVARÉ VIVA

Os moradores do Plimec, Bonsucesso, Vila Timóteo e adjacências e bairros vizinhos recebem as ações do programa Avaré Viva! neste sábado, 6 de dezembro. Agendada para acontecer no Centro Social Urbano (CSU) Públio Pimentel, a partir das 14h, a ação da prefeitura levará diversão, entretenimento, ações esportivas, culturais e educativas, além de atendimento clínico para crianças, jovens e adultos.

 

Durante o período da tarde as crianças vão poder se divertir com a vasta programação que terá shows musicais com palco aberto para novos talentos, brinquedos infláveis, mini quadras esportivas, sessões de cinema, gincana, jogos educativos, biblioteca itinerante, troca de livros, exposições e oficinas de artesanato, além da Final do Festival Regional de Música Sertaneja, que ocorreu ao longo de 2014 em todos os bairros que receberam o programa.

Com participação das secretarias de Esportes, Cultura, Educação e Saúde, o Avaré Viva! é um oportunidade de os moradores desfrutarem de um leque de serviços e de atividades focadas na melhoria da qualidade de vida. Equipes da Secretaria de Saúde oferecerão, além do atendimento clínico, orientação de saúde bucal, agendamento de mamografia, exame Papanicolau, aferição de pressão arterial e glicemia.

FESTIVAL - A música está garantida. O evento terá apresentações com Paulinho Ribeiro e Maria Fernanda, Nos Passos da Dança com Léo Mackiin e o Som da Terra com Rio Pequeno e Jaguaré.



A final do Festival Sertanejo contará com shows das duplas Paulo Leme e Miguel Rogato, Carlos Alonso e Silvano, Bruno e Juliano, Zé Martins e Benê, Irmãos Caetano e João Tropeiro, Paulinho e Edvan, Fonte Nova e Forasteiro, Zé Camargo e Vandercel, Thiago Sanches e Tadeu, João Pedro e Adriano, Mike & Márcio e Zé Mineiro & Rafael.

04/12/2014

Notícias Avaré urgente: Imagem principal

INTEGRANTES DO MST VOLTAM A INVADIR SEDE DO INCRA EM IARAS

Cerca de 50 integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) ocuparam pacificamente o prédio do Instituto Biossistêmico (IBS) na quarta-feira, dia 3, em Iaras. A empresa presta serviços para Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).


No momento da ocupação os funcionários do instituto tiveram que deixar o prédio. O objetivo dos manifestantes, segundo a dirigente do MST Claudete Pereira de Souza, é agilizar o processo de assentamento das famílias e ainda pedem a desapropriação de mais de 30 fazendas da região. “As famílias estão nos acampamentos, as que foram assentadas e homologadas estão sem acesso a creches, então é um grande descaso com as famílias”, diz.


Ao longo do ano, a empresa foi invadida outras três vezes. Além do MST, integrantes da Frente Nacional de Luta (FNL) também usaram o prédio para pressionar o Incra. As cobranças eram as mesmas: desapropriação de fazendas, rapidez na regularização dos assentamentos, liberação de crédito e melhoria na estrutura das moradias.


Por meio de nota, o Incra informou que até a tarde desta quarta-feira não havia recebido nenhuma pauta dos manifestantes. O instituto lamentou a ocupação e afirmou que a ação prejudica o atendimento às famílias que precisam de assistência técnica e liberação de crédito por exemplo. Ainda de acordo com o Incra, uma reunião está marcada para quinta-feira (4) para discutir o andamento dos processos com a coordenação estadual do MST. Segundo a direção do MST, os manifestantes devem passar a noite no prédio. (Fonte G1)

03/12/2014

Notícias Avaré urgente: Imagem principal

SHOW EM ARANDU FOI REALIZADO SEM O AVCB, REVELA JÔ SILVESTRE

O show da dupla Pedro Paulo e Alex que foi realizado no Recinto de Exposições de Arandu na última sexta-feira, dia 28, teria ocorrido sem o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros - AVCB. A informação foi revelada pelo ex-candidato a prefeito de Avaré e radialista, Jô Silvestre.

  

Em uma página de relacionamento, Jô, ao comentar uma publicação de um internauta, acabou destacou que o AVCB não teria sido emitido para o evento. Ele destaca ainda que a Prefeitura local não teria responsabilidades sobre o fato, já que o show foi terceirizado.

  

"... o recinto não foi liberado pelo bombeiro. O Show de ontem (dia 28) só teve porque quando o bombeiro negou o AVCB já era impossível cancelar, Ia ser pior. Hoje os eventos não aconteceram por causa da falta do AVCB... Vale lembrar que a Prefeitura não tem nada a ver com esse evento. Ela apenas liberou o recinto para ter o evento desde que fosse com AVCB", postou.

  

Em outro post, Jô Silvestre afirma que o show teria sido realizado de forma irregular, "para evitar o pior". "Não era nem pra ter show ontem (dia 28). Teve irregular para evitar o pior. Continuo dizendo. Não continuaram hoje (dia 29) para não desrespeitar a lei consequentemente".

 

No sábado, dia 29, estava programado para ocorrer o evento do MTM e vários shows com artistas da cidade, mas a programação acabou sendo cancelada pela organização.

  

Respondendo outra publicação, Jô destaca que os Bombeiros de Avaré teriam realizado a vistoria no dia do evento, ou seja, no dia 28, o que teria prejudicado os organizadores. "Os bombeiros fizeram as vistorias no dia do evento, isso prejudica os organizadores arrumar soluções imediatas. Tem coisa que não dá tempo de arrumar em horas".

 

Ele revela ainda que o evento contou com a presença de 3500 pessoas e que os organizadores iriam responder por ter realizado o evento sem o AVCB. "Quem iria tirar 3500 pessoas de dentro do local? Autoridade tem autoridade para resolver o que é melhor no momento e no momento a Policia não interviu porque seria arriscado, mais mesmo não intervindo os organizadores vão ter problemas para resolver, por ter feito o show. A organização agiu certo no momento, mesmo estando errado perante a lei".

03/12/2014

Notícias Avaré urgente: Imagem principal

OS FANTASMAS DA CORRUPÇÃO SE AFASTARAM DESTE GOVERNO, DISPARA DITINHO

Depois de várias semanas sem usar a palavra livre, na última sessão ordinária de 2014 o vereador Ditinho da Farmácia resolveu falar. Em seu pronunciamento, o petista disse que os fantasmas da corrupção teriam se afastado da atual administração.

 

Para o petista, o Governo de Poio Novaes estaria mantendo equilíbrio nas contas públicas. "Os fantasmas da corrupção se afastaram deste governo. As contas estão equilibradas, obras estão sendo realizadas com responsabilidade com o dinheiro público", disse.

 

Ditinho criticou outros colegas de vereança. "Tem vereador que vem nesta Tribuna e grita. Eu digo que se tivessem o modelo do passado (de outras gestões) não sei se os funcionários estariam recebendo os salários e o 13º".

 

COBRANÇA - Outro vereador que pouco se utiliza da palavra livre, Laids Baiano, também resolveu se pronunciar. O parlamentar pediu que o prefeito Poio Novaes cobre o seu secretariado.

 

"Tem que chacoalhar os secretários porque os caras estão todos dormindo. A cidade tem vários problemas que não estão sendo resolvidos. Dois anos se passaram e nada aconteceu. A população cobra resposta que não vem".

03/12/2014

Notícias Avaré urgente: Imagem principal

JUSTIÇA GARANTE INSTALAÇÃO DE EQUIPE MÉDICA NA P1 DE AVARE

A Defensoria Pública de SP obteve uma decisão que garante a instalação de equipe médica e medicamentos necessários para atendimento dos presos da Penitenciária I “Dr. Paulo Luciano Campos”, em Avaré. Uma decisão liminar também garantiu que os presos do Centro de Detenção Provisória “Nelson Furlan”, em Piracicaba, também recebam assistência médica adequada.

 

Em Avaré, o pedido foi feito em uma ação civil pública, proposta em fevereiro de 2013 pelos Defensores Públicos Patrick Lemos Cacicedo e Bruno Shimizu, Coordenadores do Núcleo Especializado de Situação Carcerária da Defensoria, e Gustavo Rodrigues Minatel, da Unidade Avaré.

 

Segundo consta na ação, a equipe antes atuante no local era integrada apenas por dois enfermeiros e três auxiliares de enfermagem, sem a presença de um médico. Além disso, em inspeção à unidade prisional, foi constatado que os presos só eram levados para hospital da rede pública em casos extremos. Alguns detentos morreram na enfermaria devido à falta de cuidados.


Na decisão, o Juiz Luciano José Forster Junior, da 2ª Vara Cível de Avaré, afirmou que o Estado de São Paulo e o município de Avaré devem fornecer a equipe médica composta por, no mínimo, um médico e um dentista com jornada de trabalho de 20 horas semanais, além de um enfermeiro e dois auxiliares de enfermagem, com jornada de 30 horas semanais, conforme previsto pela Portaria do Ministério da Saúde nº1.101/2002 e a Deliberação da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) nº 62. "Não se trata de invadir a área de atribuição própria do Poder Executivo, mas de exigir o cumprimento daquilo que foi estabelecido e determinado pelos próprios entes públicos envolvidos. Bem por isso, a dificuldade para prover os cargos necessários, embora possa justificar a demora e a inobservância de prazos, não impede a exigência de cumprimento daquelas disposições, tal como postula a Defensoria Pública, nesta ação", afirmou o Magistrado.


PIRACICABA - Já em Piracicaba, os Defensores Públicos Andrea de Almeida Rossler e Daniel Mobley Grillo ingressaram com a ação em 3/6, após constatarem, em visitas realizadas ao CDP, as diversas irregularidades a que os presos estão submetidos, como o local inadequado para estoque dos medicamentos, a falta de estrutura física - o local utilizado para realização de curativos é o mesmo onde se descartam os materiais infectados -, equipe médica insuficiente para atender as mais de 1.700 pessoas presas, entre outras coisas.


O Juiz Wander Pereira Rossette Júnior, da Vara da Fazenda Pública de Piracicaba, determinou que os o Estado de SP e Prefeitura de Piracicaba adotem as medidas necessárias “a fim de prestar a assistência médica adequada aos detentos do Centro de Detenção Provisória “Nelson Furlan”, compatível com a população carcerária, sob pena de responsabilidade”.

 

OUTRAS UNIDADES - A Defensoria Pública de SP, por meio de seu Núcleo Especializado de Situação Carcerária, já ingressou com diversas ações civis públicas solicitando a observação das diretrizes estabelecidas pelas Portarias do Ministério da Saúde nº 1.101/202 e Deliberação CIB nº62, sobre a instalação de equipes médicas em penitenciárias e centros de detenção provisória (CDP) do Estado. É o caso, por exemplo, de unidades prisionais em Ribeirão Preto, Serra Azul, Guareí, Tremembé, Osasco, Ribeirão Preto, entre outras.

 

A Justiça já determinou, liminarmente, a instalação de equipes mínimas de saúde no CDP de Serra Azul (303 km da Capital) e em três penitenciárias na cidade de Lavínia (587 km da Capital).

Primeira Página   315   316   317   318   319   320   321   322   323   324   
325
   326   327   328   329   330   331   332   333   334   335   Última página   
 Anúncios Avaré urgente: Logomarca

  • Parceiros Avaré urgente: Logomarcas
  • Parceiros Avaré urgente: Logomarcas
  • Parceiros Avaré urgente: Logomarcas
  • Parceiros Avaré urgente: Logomarcas
  • Parceiros Avaré urgente: Logomarcas
  • Parceiros Avaré urgente: Logomarcas
  • Parceiros Avaré urgente: Logomarcas
  • Parceiros Avaré urgente: Logomarcas
  • Parceiros Avaré urgente: Logomarcas
  • Parceiros Avaré urgente: Logomarcas
  • Parceiros Avaré urgente: Logomarcas
  • Parceiros Avaré urgente: Logomarcas
  • Parceiros Avaré urgente: Logomarcas
  • Parceiros Avaré urgente: Logomarcas
  • Parceiros Avaré urgente: Logomarcas
  • Parceiros Avaré urgente: Logomarcas
  • Parceiros Avaré urgente: Logomarcas
  • Parceiros Avaré urgente: Logomarcas
  • Parceiros Avaré urgente: Logomarcas
  • Parceiros Avaré urgente: Logomarcas
  • Parceiros Avaré urgente: Logomarcas
  • Parceiros Avaré urgente: Logomarcas